23 de junho de 2024

IPATINGA FC

Site não oficial do Tigre quadricolor de Minas, notícias do futebol mineiro

Prefeitura investe na merenda escolar e melhora alimentação de alunos das escolas da Zona Oeste – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

2 min read

Alunos têm alimentação nutritiva e saudável nas escolas municipais – Prefeitura do Rio

O investimento na merenda escolar servida nas escolas municipais do Rio representa a segurança alimentar para os alunos. Ao focar nesse compromisso, a Prefeitura tem garantido aos estudantes uma comida de qualidade e nutritiva. Em muitos casos, a alimentação nas escolas é a principal refeição do aluno, principalmente na Zona Oeste, uma das regiões que mais têm recebido aportes na atual gestão.

Atualmente, a Zona Oeste conta com 725 unidades escolares, espalhadas por quatro Coordenadorias Regionais de Educação (CREs): 7ª, 8ª, 9ª e 10ª. São 469.818 mil alunos beneficiados diariamente com uma alimentação saudável. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Educação, são servidas 186.375 toneladas de alimentos por dia nas escolas da Zona Oeste.

Na atual gestão, o investimento na merenda escolar nas unidades da Zona Oeste foi de cerca de R$ 61,7 milhões em 2021. No ano seguinte, o valor mais do que dobrou, subindo para a casa dos R$ 172,1 milhões. Em 2023, a Secretaria de Educação aumentou ainda mais, destinando R$ 180,8 milhões para as escolas da região.

Para garantir a qualidade da merenda escolar, a Prefeitura mantém um sistema de alimentação focado na boa nutrição e alinhado às diretrizes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Com uma abordagem inovadora, ele é pautado por cardápios saudáveis, variados e elaborados por profissionais especializados do Instituto de Nutrição Annes Dias (INAD), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde. A iniciativa se tornou referência no cenário nacional.

Os alimentos oferecidos aos alunos são cuidadosamente preparados nas cozinhas das escolas por agentes de preparo de alimentos (APAS), que têm contratos com a Secretaria de Educação. As unidades escolares do município não mantêm cantinas há mais de 20 anos.

Desde o ano passado, os alimentos ultra processados foram abolidos do cardápio das escolas municipais. Refrigerantes, doces, biscoitos recheados e frituras foram vetados para que a alimentação dos alunos seja nutritiva e equilibrada.

O cardápio nas escolas tem como base o arroz e o feijão, servidos todos os dias. A carne, bovina ou fígado, é oferecida duas vezes por semana, assim como o frango. O ovo é servido uma vez por semana. Todos os dias há ao menos uma oferta de vegetal na merenda. Os biscoitos são servidos apenas em dois tipos: maisena e água e sal, sem recheio. E o leite disponibilizado é proveniente da agricultura familiar.

Categoria:

  • 31 de maio de 2024
  • Marcações: alimentação Educação escolas municipais merenda escolar Prefeitura do Rio zona oeste

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    NÃO PERCA