24 de junho de 2024

IPATINGA FC

Site não oficial do Tigre quadricolor de Minas, notícias do futebol mineiro

Maternidade do Rio recebe dois títulos de reconhecimento – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

3 min read

O Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda (HMMABH), localizado no Centro do Rio, recebeu na terça-feira (4/5) e nesta quarta-feira (5/6), em Brasília, dois títulos de reconhecimento entregues pela Câmara dos Deputados. O prêmio Dr. Pinotti – Hospital Amigo da Mulher, concedido às instituições que desenvolvem trabalhos de destaque, promovendo acesso aos serviços de saúde da mulher, e também a Medalha Amigo da Primeira Infância, honraria concedida devido à contribuição da unidade no desenvolvimento, atenção e proteção dos direitos da primeira infância no país. As premiações são conferidas a diversos tipos de unidades, que são avaliadas de acordo com o contexto no qual estão inseridas e com o trabalho que desenvolvem.

– A maternidade conta com uma equipe diferenciada, muito engajada e segura das suas competências. Trata-se de uma unidade que segue fluxos bem estabelecidos, que tem uma preocupação que vai além da saúde, com foco social e na garantia de direitos da mulher e da criança, e vem desenvolvendo ao longo desses 12 anos de existência um trabalho diferenciado – destacou Paula Travassos, diretora geral do Complexo Hospitalar do Centro, que integra, além da maternidade, o Hospital Municipal Souza Aguiar e o CER Centro.

O Hospital Maternidade conta com uma história de respeito e dedicação à saúde da mulher e da criança. Em 2023, a unidade conquistou o selo de qualidade Iniciativa Hospital Amigo da Criança, concedido pelo Ministério da Saúde às unidades que cumprem os dez passos para o sucesso do aleitamento materno. O hospital conta também com um projeto pioneiro, que utiliza a analgesia de parto, capaz de conferir conforto às pacientes. Além do uso de metodologias não farmacológicas e o reconhecimento do protagonismo da mulher, com respeito à fisiologia do seu corpo, que é o que determina a condução do parto.

Busca ativa para ajudar no registro civil

A maternidade também se destaca pela iniciativa de busca ativa pelo registro civil das crianças nascidas na unidade, mas que, por algum motivo, ainda não foram registradas. Há a procura por contato telefônico para entender o motivo da ausência da documentação e auxiliar na sua obtenção. As clínicas de família de referência também são comunicadas para a busca presencial, realizada pelos agentes comunitários de saúde. Em 2022, dos 4.479 nascidos vivos, somente duas crianças não foram registradas. Em 2023, foram 4.145, com seis crianças não registradas, que ainda são monitoradas pela Atenção Primária.

– As premiações são o reconhecimento e a certificação das boas práticas que realizamos diariamente na maternidade. Nós temos muitos projetos, sempre com uma preocupação assistencial do bem-estar da mamãe e do bebê. Tudo que é para dar qualidade ao cuidado da mulher e da criança nós colocamos em prática. Aqui o respeito prevalece! E onde há respeito, consequentemente, o trabalho ultrapassa as barreiras físicas da maternidade, algo muito além do parto. Nós cuidamos da mulher no pré, durante e no pós-parto, e do seu bebê também, com todo carinho e afeto – ressaltou Ana Murai, diretora médica da maternidade.

O Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda conta com 117 leitos ativos atualmente, entre: alojamento, apoio clínico, UTI Neonatal, UI, Canguru, salas cirúrgicas, salas de parto e consultórios. A unidade realiza, em média, 350 partos mensais, sendo mais de 70% deles partos normais. O setor Neonatal, dedicado a bebês prematuros ou de baixo peso, mantém uma média de 30 crianças internadas por mês.

Categoria:

  • 5 de junho de 2024
  • Marcações: Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda premiação saúde Títulos de reconhecimento

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    NÃO PERCA