16 de julho de 2024

IPATINGA FC

Site não oficial do Tigre quadricolor de Minas, notícias do futebol mineiro

Vasco Define Novos CEO e CFO para a SAF do Clube

6 min read

Vasco Define Novos CEO e CFO para a SAF do Clube

O Vasco da Gama já definiu os novos CEO e CFO para a SAF do clube, posições que estavam vagas desde a saída de Lúcio Barbosa e Kátia Fonseca. A escolha dos novos executivos foi realizada após um criterioso processo de seleção, com ambos mantendo conversas regulares para alinhar as estratégias e direções a serem tomadas pela administração. A expectativa é que os novos líderes tragam uma gestão mais eficiente e transparente, impulsionando a modernização e a competitividade do clube.

 

A definição oficial dos nomes deve ser divulgada na próxima semana, com o anúncio oficial sendo aguardado com grande expectativa pela torcida e pelos stakeholders do clube. A identidade dos novos CEO e CFO permanece em sigilo até a confirmação, mas espera-se que a nova liderança contribua significativamente para os planos de longo prazo do Vasco, tanto no aspecto financeiro quanto no desempenho esportivo. Com a nova gestão, o Vasco busca não apenas recuperar sua estabilidade, mas também almejar novas conquistas e um futuro promissor.

O Vasco está monitorando de perto o zagueiro Lucas Oliveira

atualmente vinculado ao Cruzeiro até o final de 2025. O defensor passou a última temporada emprestado ao Real Valladolid, onde acumulou experiência no futebol europeu. A diretoria vascaína, atenta às movimentações do mercado, vê em Lucas Oliveira um potencial reforço para a defesa, buscando fortalecer o setor para o restante da temporada, segundo NTVASCAINOS E VASCONET.

Um detalhe interessante é que Lucas Oliveira foi descoberto por Felipe e Pedrinho durante seu tempo no Tigres Brasil, o que reforça a confiança dos dirigentes em seu talento e potencial de crescimento. A familiaridade dos cartolas com o jogador pode facilitar as negociações e a adaptação do zagueiro ao elenco do Vasco. A expectativa é que nos próximos dias o clube intensifique os contatos para avaliar a possibilidade de concretizar a transferência.

O Vasco está avaliando a possível contratação do volante Walter Montoya

atualmente no Central Córdoba, da Argentina. Aos 30 anos, Montoya tem passagens por clubes importantes como Sevilla e Grêmio, o que traz uma bagagem significativa para o meio-campo. A diretoria vascaína, especialmente o cartola Pedrinho, está analisando a viabilidade da contratação, considerando tanto o aspecto técnico quanto financeiro.

Montoya é conhecido por sua capacidade de marcação e habilidade na transição entre defesa e ataque, características que poderiam fortalecer o elenco do Vasco. A experiência internacional do jogador, aliada ao seu desempenho no futebol argentino, torna-o uma opção atrativa para a equipe. A decisão final deverá ser tomada nas próximas semanas, levando em conta os planos do clube para o restante da temporada e a necessidade de reforços no setor.

Barca no Vasco: Salário altos de Galdames, Rojas e Serginho, pagam Coutinho, Souza e Teixeira

O Vasco, segundo vasconet.com.br  tem buscado equilibrar seu quadro salarial ao planejar novas contratações. Com os salários de jogadores como Galdames, que recebe cerca de 350 mil reais por mês, Rojas com 600 mil reais e Serginho com 490 mil reais, o clube está ajustando suas finanças para a chegada de novos reforços. Neste sentido, nomes como Coutinho, cujo salário gira em torno de 1,3 milhão de reais mensais, Souza com 150 mil reais e Alex Teixeira com 80 mil reais estão sendo considerados para reforçar o elenco alvi-negro.

Essa estratégia visa não apenas fortalecer o time com jogadores de renome e talento, como também gerenciar de forma prudente os recursos financeiros do clube. A contratação desses novos atletas não apenas atende às necessidades técnicas do Vasco, mas também reflete a ambição de manter a competitividade em níveis elevados tanto no cenário nacional quanto internacional.

 

**Vasco: Quem Será o Próximo Técnico?**

Após uma fase turbulenta, o Vasco da Gama encontra-se em um momento de reflexão e decisões cruciais quanto ao comando técnico da equipe. A goleada recente sobre o São Paulo trouxe algum alívio, mas a diretoria ainda avalia cuidadosamente suas opções antes de definir o futuro à frente do time cruzmaltino, citou uma cfonte para o site do Vasconet.com.br.

Rafael Paiva: Continuidade ou Interinidade?

Após o bom desempenho sob o comando de Rafael Paiva, há uma corrente significativa dentro do clube que defende sua efetivação. A decisão, no entanto, está condicionada ao comportamento do time nos próximos jogos, especialmente no confronto contra o Bahia, fora de casa, nesta quarta-feira.

Fernando Diniz: Um Nome de Peso

Demitido recentemente do Fluminense, Fernando Diniz emerge como uma das principais opções para assumir o Vasco. Com passagem anterior pelo clube em 2021, o treinador de 50 anos é admirado pelo presidente Pedrinho, que acompanhou de perto sua trajetória no rival. No entanto, a possível contratação enfrenta resistência interna devido à incompatibilidade percebida entre o estilo de jogo de Diniz e o elenco atual do Vasco.

Ramón Díaz e Outras Alternativas

Outro nome cogitado é o de Ramón Díaz, cujo retorno ao clube também divide opiniões. Apesar de ter estado no Rio de Janeiro recentemente, o argentino não é unanimidade entre os dirigentes vascaínos. Mano Menezes e Jair Ventura são outras opções consideradas, ambos com experiência e conhecimento do futebol brasileiro, fatores vistos como vantajosos para o momento atual do time.

Perspectivas e Decisões

Jorge Sampaoli e Cuca também foram mencionados, porém com menos probabilidade de avançar nas negociações. A diretoria do Vasco busca um nome que traga estabilidade e resultados imediatos, evitando repetir erros do passado recente, como a rápida demissão de Álvaro Pacheco após apenas quatro jogos.

Em suma, o Vasco da Gama vive um período crucial na escolha de seu novo comandante, com diversas opções na mesa e a necessidade de um consenso que possa conduzir o clube de volta ao caminho das vitórias e da estabilidade no cenário do futebol brasileiro.

Fonte: ge

Revelado o Valor Real da Multa Rescisória de Allan com o Botafogo: Apenas alguns Milhões!

Segundo o vasconet No mundo do futebol, especulações sobre valores de multas rescisórias são comuns e frequentemente geram manchetes sensacionais. Recentemente, o caso envolvendo o volante Allan trouxe à tona diversas cifras impressionantes que supostamente seriam necessárias para romper seu pré-contrato com o Botafogo. No entanto, a verdade veio à tona de forma surpreendente.

A Verdade Sobre a Multa Rescisória

Inicialmente, especulações apontavam que a multa rescisória de Allan poderia chegar a valores estratosféricos, como US$ 100 milhões, US$ 75 milhões e até mesmo US$ 50 milhões, conforme divulgado por diversos veículos de mídia esportiva. Esses números alimentaram as esperanças de torcedores e geraram debates acalorados nas redes sociais.

No entanto, o ex-jogador Edmundo, durante uma transmissão ao vivo em seu canal no YouTube, revelou o valor real da multa rescisória: apenas US$ 2,5 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 13,5 milhões na atual cotação do dólar. Essa informação foi confirmada por fontes próximas ao jogador e ao clube, dissipando assim os rumores exagerados que circulavam até então.

O Impacto da Informação

A revelação do valor real da multa rescisória de Allan coloca em perspectiva a situação do jogador e seu futuro no futebol brasileiro. A mudança iminente para o Botafogo, prevista para 1º de julho de 2024, parece agora mais tangível do que nunca, considerando que o montante necessário para a sua liberação é significativamente menor do que se especulava.

Expectativas e Reações

Com a confirmação do valor da multa, surgem novas expectativas entre os torcedores do Botafogo, que esperam ver Allan integrado ao elenco e contribuindo com seu talento e experiência. Por outro lado, a revelação pode gerar desapontamento entre os torcedores do Vasco, que mantinham esperanças de repatriar o jogador.

Em suma, a revelação da verdadeira multa rescisória de Allan com o Botafogo proporciona clareza sobre um dos casos mais comentados do mercado de transferências brasileiro. A partir de 1º de julho, os olhos estarão voltados para como o jogador se adaptará ao seu novo clube e como seu desempenho influenciará no cenário esportivo nacional.

O futebol, como sempre, nos ensina que por trás das grandes especulações há sempre uma verdade concreta esperando para ser revelada.

Esse artigo captura as nuances do caso Allan e seu pré-contrato com o Botafogo, destacando a revelação surpreendente do valor da multa rescisória após semanas de especulação intensa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *