25 de junho de 2024

IPATINGA FC

Site não oficial do Tigre quadricolor de Minas, notícias do futebol mineiro

Rio investe na criação e recuperação de grandes parques por uma cidade mais verde e acolhedora – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

3 min read

O Parque Rita Lee,na Barra Olímpica, é um dos grandes parques que tornam a cidade mais acolhedora – Fabio Motta/Prefeitura do Rio

Com o objetivo de deixar a cidade ainda mais acolhedora, a Prefeitura do Rio está construindo novos parques e revitalizando antigos espaços de lazer e contemplação da população, deixando-os mais verde e agradáveis.

Ao todo na atual gestão, foram entregues oito grandes áreas de lazer pela Fundação Parques e Jardins, Secretaria Municipal de Conservação e Empresa Municipal de Urbanização (Rio-Urbe). São áreas de integração da comunidade, preparadas para reduzir o calor e preservar o meio ambiente. Elas também são atraentes para a prática de esportes e atividades físicas e artísticas. Os grandes parques estão por todas as regiões da cidade.

Além de oito já entregues à população, estão com obras em andamento outros cinco parques: Oeste (Inhoaíba), Susana Naspolini (Realengo), da Pavuna, da Piedade e o Glória Maria (antigo Parque das Ruínas, em Santa Teresa

Na Zona Oeste

Inaugurado em maio, o Parque Rita Lee, na Barra Olímpica, na Zona Oeste, traz uma série de novidades. Com 136 mil metros quadrados, ele conta com mais de 1.100 árvores, como pau-brasil, sapucaias e ipê-roxo, e 70 mil arbustos. Tem ainda skate park, praça molhada, brinquedos, parede de escalada, aparelhos de ginástica e um live site, destinado a realização de eventos.

Também na Zona Oeste, em Campo Grande, foi construído o Parque Esperança, com 14 mil metros quadrados. Foram instalados campo de futebol com grama sintética, pista de skate, quadra poliesportiva, quadra de areia, pista de caminhada e mobiliário. O parque também tem quiosques, brinquedos infantis e uma Academia da Terceira Idade.

Já o Parque Linear Isabel Domingues, na Gardênia Azul, ganhou uma extensão. Agora ele chega a 14 mil metros quadrados, com cem quiosques comerciais padronizados, ciclovia, novo mobiliário. O parque infantil foi totalmente reformado.

Na Zona Norte

Na Zona Norte, a Quinta da Boa Vista passou por um grandioso projeto de recuperação de monumentos, mobiliário, calçadas, quadras esportivas, gramado, pavimentação e banheiros. A Secretaria de Conservação também realizou obras de drenagem, implementação de galerias de águas pluviais e restauração dos portões.

No Centro e na Zona Sul

Depois de cinco anos fechado, o Parque Lúcio Costa, na Glória, na região central do Rio, passou por uma grande intervenção capitaneada pela Subprefeitura do Centro. Restaurado, voltou a receber o público no ano passado.

Também em 2023, na Zona Sul, os parques Peter Pan, em Copacabana, Garota de Ipanema, no Arpoador, e o Dois Irmãos, no Leblon, passaram por grandes obras de recuperação de equipamentos, revitalização de espaços e plantio de árvores.

Mas os parques menores e já existentes não foram esquecidos. Em abril, foi lançado o programa Parques Cariocas, com um investimento de cerca de R$ 1 milhão para a revitalização, reforma e manutenção de parques já existentes.

Categoria:

  • 7 de junho de 2024
  • Marcações: Área de Lazer Cidade parques Parques Cariocas Subprefeitura do Centro

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    NÃO PERCA