15 de junho de 2024

IPATINGA FC

Site não oficial do Tigre quadricolor de Minas, notícias do futebol mineiro

ESPECIAL SUPERCOPA: Atlético-MG acaba com sonho do Flamengo

5 min read

ESPECIAL SUPERCOPA: Atlético-MG acaba com sonho do Flamengo

A conquista ampliou a galeria de troféus do Atlético-MG, que conquistou em 2021 o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão

Com grande atuação do atacante Hulk, o Atlético-MG empatou em 2 a 2 contra o Flamengo no tempo normal, levando a decisão para os pênaltis

Categorias:

Por: , 24/12/2022

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Por Gilson Rei – Agência Futebol Interior (AFI).

Campinas, SP, 24 (AFI) – O conquistou o título da , acabando com o sonho e a hegemonia do na competição.

Com grande atuação do atacante Hulk, o Atlético-MG empatou em 2 a 2 contra o Flamengo no tempo normal, levando a decisão para os pênaltis.

Na disputa, o Atlético-MG conquistou o título inédito ao vencer por 8 a 7, com direito a três defesas do goleiro Éverson, o grande herói da decisão, ocorrida em 20 de fevereiro deste ano, na Arena Pantanal.

O resultado acabou com o sonho do tricampeonato do Flamengo, pois nas duas edições anteriores, os cariocas venceram contra Athletico-PR e Palmeiras, respectivamente.A conquista, por outro lado, ampliou a galeria de troféus do Atlético-MG, afinal na temporada anterior (em 2021) conquistou o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão. Chegou, portanto, a quatro títulos no início de 2022 com a taça da Supercopa do Brasil.Não faltou emoção no tempo regulamentar, com direito a virada e chances reais de gols para os dois lados até o último minuto de jogo. Nas cobranças, a emoção se manteve, pois os times executaram 24 pênaltis, chegando ao placar de 8 a 7 para os mineiros.

VEJA MELHORES LANCES

CONFUSÃO

Antes do jogo, nos bastidores, a diretoria do Atlético-MG criticou muito a escolha do local. Alegou que o clube foi campeão da Copa do Brasil e do Brasileirão e, por isso, merecia ter direito de jogar em Minas Gerais. Na ocasião, questionou que houve favorecimento da CBF ao Flamengo, por jogar em Cuiabá, onde tem muitos torcedores rubro-negros.

Além disso, nos portões de entrada da Arena pantanal, houve muita confusão. Muitos torcedores do Flamengo tiraram a camisa rubro-negra para entrar, pois compraram ingressos destinados aos atleticanos. Muitas mulheres ficaram apenas de sutiã, inclusive menores de idade, para entrar no estádio.

O JOGO

A decisão começou intensa na Arena Pantanal. Aos 4′, Keno arriscou de fora da área pelo Atlético-MG, passando perto do gol. Gabigol, três minutos depois, fez o mesmo pelo Flamengo.Mais ofensivo, o Flamengo arriscou novamente aos 17′. Após passe de Arrascaeta na área, Gabigol completou de carrinho e a zaga evitou o gol. Dois minutos depois, foi a vez do zagueiro Fabrício Bruno tentar pelo Flamengo, em cabeçada firme à esquerda do gol do alvinegro.

Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

Gabigol voltou a incomodar os mineiros, aos 27′, quando recebeu passe de João Gomes e chutou pela linha de fundo.O Atlético-MG reagiu e, aos 36, Keno assustou com chute da entrada da área por cima do gol. Cinco minutos depois, aos 41, o Galo abriu o placar. Guilherme Arana chutou e Hugo Souza deu rebote. Nacho Fernández, dentro da área, balançou as redes. Galo 1 a 0.

SEGUNDO QUENTE

O Flamengo começou o segundo tempo buscando o empate. No primeiro minuto, Willian Arão chutou de longe e assustou o goleiro Everson. O Mengão conseguiu o empate o jogo aos 10′. Bruno Henrique cabeceou e Everson fez excelente defesa, mas Gabigol pegou o rebote e estufou as redes do time mineiro: 1 a 1.

O jogo continuou intenso e o Rubro-Negro conseguiu a virada aos 18′. No contra-ataque, Bruno Henrique recebeu passe em profundidade de Lázaro e chutou com categoria por cima do goleiro: Flamengo 2 a 1.

Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

Em desvantagem no placar, o Atlético-MG iniciou uma pressão intensa até conseguir o empate. Aos 24′,  Savarino chutou forte e Hugo fez grande defesa. Na sequência, Nacho Fernández arriscou um chute colocado, que passou à direita do gol.O Alvinegro insistiu e conseguiu o empate aos 29′ com o atacante Hulk. O jogador não teve dó, pois dominou a bola na área e chutou forte para estufar as redes do Flamengo, sem chance de defesa para Hugo Souza: 2 a 2.

O jogo ficou mais eletrizante ainda nos minutos finais. Aos 38′, Jair recebeu passe de Vargas na entrada da área e bateu colocado. Hugo espalmou, salvando o Flamengo de uma virada atleticana.O Mengo respondeu aos 41′, quando Lázaro recebeu cruzamento de Vitinho e bateu para o gol. Arana e Everson impediram o terceiro.

PÊNALTIS

Nos pênaltis a emoção continuou firme e forte. Atlético-MG e Flamengo cobraram 24 pênaltis e o Galo superou o Flamengo por 8 a 7, com três defesas do goleiro Éverson.Hulk começou batendo e abriu a contagem. Marcaram também, nesta ordem: Lázaro, Nacho Fernández, Vitinho, Ademir, Diego, Guilherme Arana, David Luiz, Vargas e Gabigol. Com isso: 5 a 5 no placar.Nas alternadas, Guga, que entrou apenas para bater o pênalti, parou em Hugo. Willian Arão teve a chance de dar o título para o Flamengo, mas chutou no peito de Éverson.

Jair recolocou o Atlético na frente e João Gomes deixou tudo igual: 6 a 6.

Na sequência, o goleiro Éverson decidiu cobrar e isolou a bola. Porém, o goleiro se recuperou ao defender o chute de Matheuzinho. A bola ainda teve o capricho de tocar no travessão.Os erros nas cobranças acabaram com Nathan Silva, que fez o seu gol e jogou a pressão em cima de Léo Pereira, que não falhou e deixou tudo igual: 7 a 7.

O nervosismo voltou a tomar conta. Mariano chutou fraco e facilitou a vida de Hugo, que defendeu fácil. Fabrício Bruno também errou e jogou a bola para fora. Godín e Hugo fizeram o mesmo: ambos desperdiçaram suas cobranças.

Coube a Hulk recolocar o Atlético Mineiro na linha ao fazer o seu segundo. Depois disso, Vitinho parou em nova defesa de Éverson, garantindo o título da Supercopa do Brasil para o Galo.

CRAQUE DO JOGO

Hulk foi eleito o Craque do Jogo na Supercopa Kia 2022 com 52% dos votos. A eleição online foi realizada no Twitter oficial da CBF. Ao lado do atacante alvinegro concorreram: Nacho (11%), Bruno Henrique (21%) e Gabigol (16%).

O atacante foi um dos destaques da partida e ganhou um carro Kia Stonic, da patrocinadora oficial da Supercopa. Além de ter feito o gol de empate para os mineiros, ele converteu duas vezes na disputa por pênaltis.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

PRÓXIMA

e Flamengo vão disputar a Supercopa do Brasil em 2023. Com a confirmação do título do Brasileirão pelo clube paulista, ficou definido o duelo com os cariocas, campeões da Copa do Brasil. A decisão está marcada para o dia 28 de janeiro, ainda sem local decidido.

Confira também:

Fonte: www.futebolinterior.com.br/especial-supercopa-atletico-mg-acaba-com-sonho-do-flamengo